Koren RH

www.korenrh.com.br

Koren RH - www.korenrh.com.br

6 palavras que você deve banir do seu vocabulário

Se você ainda não está ciente do poder que as palavras exercem sobre seus potenciais clientes, pense no que eles leem em suas páginas da internet. Há muitas palavras com conotações negativas?

Redação, Administradores.com
Thinkstock

Palavras são armas poderosas e o uso errado de algumas delas pode acarretar problemas para sua companhia ou marca. Se você ainda não está ciente do poder que as palavras exercem sobre seus potenciais clientes, pense no que eles leem em suas páginas da internet. Há muitas palavras com conotações negativas?

Business Insider listou seis que você deve banir do seu vocabulário. Confira abaixo:

“Na verdade” e “mas”

Carolyn Kopprasch, executiva do Buffer, recentemente disse que quando se trata de atendimento ao cliente, palavras inofensivas podem criar uma grande distância entre você e seu cliente. Como exemplo, ela cita: “Na verdade, você pode fazer isso em ‘Configurações’”. Assim, você parece dizer que o cliente estava errado sobre alguma coisa. Já para a palavra “mas”, ela diz que remover essa preposição ajuda na fluidez do discurso e a torna mais positiva.

“Apenas”

Essa palavra soa sempre, não importando o contexto, como negativa. Como, por exemplo, em: “Você pode esperar apenas um minuto?” Parece que você tem outras coisas mais importantes em vez de ajudar aquela pessoa.

“Sempre” e “nunca”

Ambas são palavras limitantes. Afirmar veementemente que você nunca ou sempre vai fazer algo pode soar negativamente dentro do contexto de uma conversa com clientes em potencial, desencorajando-os a contribuir com novas ideias – mostra que você tem uma visão de mundo limitada e não está aberto a novas opções.

“Deveria”

É claro que há coisas que você poderia fazer de forma diferente, mas não é por isso que deva ficar se julgando. Passar tempo demais pensando nas possibilidades do que poderia/deveria ter acontecido pode causar pensamentos negativos que não ajudam na sua ascensão profissional.

Fonte: www.administradores.com.br

5 ideias (bem) falsas sobre vocação profissional

Confira os mitos sobre vocação profissional em que muita gente ainda acredita, segundo o especialista em orientação profissional Maurício Sampaio

, de 

Dreamstime.com

Mulher gritando no megafone

Megafone: não espere por “chamado” mágico vocacional

 São Paulo – Para grande parte dos jovens, os primeiros passos na trajetória de carreirapodem ser hesitantes. “Será que entrei na trilha certa”, perguntam-se muitos universitários ainda incertos sobre o caminho a percorrer.

Mas muito deste dilema tão presente no começo da carreira é causado por algumas ideias erradas que as pessoas têm em relação a sua vocação de carreira. EXAME.com consultou Maurício Sampaio, especialista em orientação profissional para saber quais os principais mitos que rondam este tema e que só adiam ou atrapalham a tomada de decisões:

Mito 1 Vocação é um chamado e é preciso esperar por ele

Derivada do verbo “vocare” (chamar) do latim, a palavra vocação significa, etimologicamente, um chamado. O problema é que muitas pessoas levam esta origem ao pé-da-letra na hora de escolher uma profissão, segundo Maurício Sampaio.

“Ficam esperando a chegada desse chamado. Mas, vocação não é um chamado, é algo que se desenvolve, que se trabalha, até descobrir”, diz o especialista.

Ou seja, não é que um belo dia, sem aviso, você vai escutar uma voz o chamando para determinada profissão. Não há evento mágico neste processo, diz o especialista, só é possível descobrir a vocação investindo em autoconhecimento.

“É preciso prestar atenção em talentos, habilidades, valores pessoais, missão e propósito de vida. Parece piegas falar dessas coisas. Mas é incrível como as pessoas não se conhecem e não pensam nisso”, diz Sampaio.

Mito 2 Vocação se descobre “na marra”

Muitas pessoas partem logo para prática, querem descobrir sua vocação “na marra” e , para isso, navegam por cursos e empresas ao sabor do vento. Resultado: mudam de cursos universitários, de estágios, e futuramente de emprego, como quem troca de roupa. E o pior: nunca estão satisfeitas.

“Muita gente aposta nesta tática do tentar e errar. Vai fazendo qualquer coisa, achando que uma hora vai achar a verdadeira vocação. Para eles, o que importa é não ficar parado”, diz Sampaio.

Só que esta estratégia é cara. “Custa tempo e dinheiro. Imagina pagar nove meses de uma mensalidade de 2,5 mil reais em uma faculdade, mudar de curso, fazer mais uns meses, e mudar de novo”, diz Sampaio.

Mais uma vez: escolhas acertadas são aquelas que levam em conta talentos, habilidades, valores, propósito e missão de vida. Pensar nisso é o primeiro passo. Não pule esta etapa.

Mito 3 Só há uma profissão certa para cada um

Há mais de uma opção de carreira ou profissão certa, garante Sampaio. “Pesquisas mostram que um jovem hoje da Geração Y vai percorrer 14 ocupações diferentes até o fim da carreira”, diz Sampaio.

De acordo com ele, o que deve ser avaliado na hora decidir o rumo profissional são as atmosferas de trabalho mais adequadas a cada um.

Existe quem prefira lidar com uma atmosfera mais lógica, de profissões na área de matemática, estatística, economia. Há quem, por outro lado, prefira uma atmosfera de trabalho ligada à comunicação, aí são carreiras na publicidade, jornalismo, marketing, recursos humanos.

“A vocação de uma pessoa é para uma atmosfera de trabalho, não para apenas uma profissão”, afirma Sampaio.

Mito 4 É melhor continuar só estudando até a vocação aparecer

“Vejo muita gente que não sabe o que vai fazer e que, por isso, vai emendando um curso em outro, fazendo três, até quatro pós-graduações, sem nunca ter trabalhado”, diz Sampaio.

Segundo ele, são frequentes os casos de jovens que adiam a hora de pensar sobre sua vocação profissional e, para isso, usam o estudo como principal justificativa.

Os cursos ajudam nas decisões sobre rumos de carreira, mas experiências profissionais não devem ser preteridas. Lembre-se: a fase de estágio também traz importantes subsídios para quem está em busca de sua vocação.

Mito 5 Há pessoas que não têm vocação para nada

Nada disso. De acordo com Maurício Sampaio, qualquer pessoa tem um talento, qualquer pessoa tem uma vocação. “Não existe quem não sirva para nada”, garante o especialista. É questão de ser honesto consigo mesmo, de se autoavaliar para descobrir.

Não sabe por onde começar a investigar sua vocação? Sampaio dá a dica: “a pessoa deve se perguntar em que atividades ela simplesmente não vê a hora passar.” É um começo, não é? Só não vale responder: dormir.

Fonte: www.exame.abril.com.br

Os 50 maiores pensadores do mundo dos negócios moderno

O autor Jurgen Appelo, juntamente com sua equipe, listou os maiores nomes da área de acordo com a popularidade e afinidade com os temas de cada um

   Redação, Administradores.com,
    Divulgação / Drucker Society of Brazil
Peter Drucker, reconhecido como o pai da Administração moderna, é um dos listados

Podemos constatar que as pessoas são o resultado de suas influências se olharmos para os maiores empreendedores da atualidade, que foram guiados pelas ideias, ações e conselhos dos grandes pensadores da Administração. Mas, afinal, quem são eles? O autor Jurgen Appelo, juntamente com sua equipe, listou os maiores especialistas em gestão e liderança do planeta de acordo com a popularidade e afinidade com os temas de cada um.

Você, administrador ou estudante de Administração, caso não conheça pelo menos metade dos nomes abaixo, talvez já esteja mais do que na hora de ser apresentado a eles:

1. John C. Maxwell
2. Seth Godin
3. Jack Welch
4. Guy Kawasaki
5. Tim Ferriss
6. Daniel Goleman
7. Dale Carnegie
8. Kenneth H. Blanchard
9. Richard Branson
10. Michael E. Porter
11. Marshall Goldsmith
12. Tom Peters
13. Stephen R. Covey
14. Robin Sharma
15. Simon Sinek
16. Patrick Lencioni
17. Rosabeth Moss Kanter
18. Tony Hsieh
19. Thomas L. Friedman
20. Orrin Woodward
21. Steve Farber
22. Don Tapscott
23. Clayton M. Christensen
24. David Allen
25. Brian Tracy
26. Bob Sutton
27. Michael Hyatt
28. John P. Kotter
29. Peter F. Drucker
30. Eric Ries
31. Anthony Robbins
32. Gary Hamel
33. Mike Myatt
34. Jason Fried
35. Charles Duhigg
36. Daniel H. Pink
37. Dan Rockwell
38. Marcus Buckingham
39. Chris Brady
40. Jurgen Appelo
41. Robert B. Cialdini
42. John Baldoni
43. Jeffrey Gitomer
44. Gretchen Rubin
45. Malcolm Gladwell
46. Susan Cain
47. Dan Ariely
48. Jim Collins
49. Liz Strauss
50. Chris Brogan

Para ver o ranking completo, basta acessar a matéria da Inc.

Metodologia

Com o propósito de encontrar os escritores de gestão e liderança que, mundialmente, são os mais populares, os pesquisadores procuraram no Google por listas de “melhores livros de gurus de liderança”, “melhores blogs sobre gestão”. O resultado foram 36 listas com mais de 800 pessoas. Foram então selecionados aqueles que apareciam em mais de uma lista (cerca de 270 pessoas), e depois foram incluídos alguns nomes que os pesquisadores achavam que deveriam conter.

Ao todo, com 330 autores selecionados na “grande lista”, eles procuraram seus perfis (pessoais ou de institutos que preservam e difundem seu legado) em redes sociais, blogs e sites. Através da quantidade de avaliações que os autores receberam no site Goodreads, quantidade de seguidores no Twitter, criaram um ranking de popularidade. Foi observada, também, a quantidade de redirecionamentos que os blogs desses autores recebem de sites de terceiros, assim como a existência ou não de uma página na Wikipedia – embora muitos deles não tenham uma página na enciclopédia online.

Como alguns autores haviam tido pontuação alta no quesito popularidade, mas não tinham muito conteúdo a ser compartilhado sobre liderança e gestão, eles precisaram encontrar um método para compensar os outros autores que realmente tinham afinidade com os temas. Para isso, eles pesquisaram o “nome do autor + blog E livro” e “nome do autor + gestão E liderança”. Quanto maior a incidência de resultados no Google, maior era a afinidade dos autores com os temas. Foi criada então uma lista final.

Por fim, eles checaram as 36 listas iniciais e viram quantas vezes os autores da lista final eram mencionados nas originais. No fim, haviam seis rankings de seis fontes diferentes. Os pesquisadores calcularam a média em todos eles e ordenaram os resultados novamente, resultado no ranking final do Top 200 de Autores sobre Gestão e Liderança.

Fonte: www.administradores.com.br

Confira algumas vagas disponíveis

- AÇOUGUEIRO – PQ. NOVO MUNDO- 16-05-2014
- AJUDANTE GERAL – AÇOUGUE- 16-05-2014
- AJUDANTE GERAL – DEPÓSITO FERRO E AÇO- 16-05-2014
- AJUDANTE GERAL – ZONA LESTE- 16-05-2014
- AJUDANTE OPERACIONAL – BONSUCESSO- 16-05-2014
- ANALISTA ADMINISTRATIVO – CENTRO DE SÃO PAULO- 16-05-2014
- ANALISTA FISCAL – SÃO PAULO (CENTRO)- 16-05-2014
- ANALISTA FISCAL – TABOÃO- 16-05-2014
- ASSISTENTE DE LOGÍSTICA – CUMBICA- 16-05-2014
- ATENDENTE DE LANCHONETE – FEMININO- 16-05-2014
- AUXILIAR ADMINISTRATIVO/FATURAMENTO – RESIDIR NA ZONA LESTE- 16-05-2014
- AUXILIAR DE FUSÃO – BONSUCESSO- 16-05-2014
- AUXILIAR DE LABORATÓRIO – BONSUCESSO- 16-05-2014
- AUXILIAR DE LIMPEZA – FEMININO - 16-05-2014
- AUXILIAR DE LIMPEZA – MASCULINO- 16-05-2014
- COZINHEIRO – ITAQUAQUECETUBA- 16-05-2014
- COZINHEIRO – PQ. NOVO MUNDO- 16-05-2014
- COZINHEIRO (A) – GUARULHOS- 16-05-2014
- ELETRICISTA – COCAIA- 16-05-2014
- FRESADOR CNC – JD. ARACÍLIA- 16-05-2014
- INSTRUMENTISTA DE MANUTENÇÃO – TABOÃO- 16-05-2014
- MOTORISTA CARRETEIRO – CUMBICA- 16-05-2014
- MOTORISTA CAT. C- 16-05-2014
- OPERADOR DE INJETORA – EXP. EM ALUMÍNIO, ZAMAK OU PLÁSTICO- 16-05-2014
- OPERADOR DE MANUTENÇÃO – ELETRICISTA- 16-05-2014
- OPERADOR DE MAQ. DE FERRAMENTAS GUARULHOS OU ZONA LESTE. - 16-05-2014
- OPERADOR DE TORNO CNC – GUARULHOS OU ZONA LESTE - 16-05-2014
- OPERADORA DE CAIXA - 16-05-2014
- PLANEJADOR DE MANUTENÇÃO – TABOÃO- 16-05-2014
- RECEPCIONISTA - 16-05-2014
- RECEPCIONISTA – PESSOA COM DEFICIÊNCIA- 16-05-2014
- VENDEDOR – METALÚRGICA (ERMELINO MATARAZZO)- 16-05-2014

Demais vagas você encontrada acessando nosso site:

 www.korenrh.com.br

8 hábitos que vão lhe ajudar a ser rico com um pequeno salário

Livre-se das dívidas e defina um objetivo

Redação, Administradores.com
Thinkstock

A diferença entre uma vida sob estresse financeiro e uma cheia de prosperidade está nos pequenos hábitos que temos em relação ao dinheiro. 

Business Insider recorreu aos consultores Nancy Butler e David Blaylock, que atuam na área de planejamento financeiro, e reuniu um plano com oito passos que ajudarão você a economizar, primeiramente, e a usar essas economias com sabedoria.

Saiba quais pequenas mudanças vão lhe direcionar para um futuro próspero.

1. Inverta seu pensamento

Mesmo que depois de pagar as contas sua remuneração líquida pareça anêmica, é preciso aprender a destinar uma parte desse dinheiro para o seu objetivo financeiro, o que não ocorre do dia para a noite. Por isso é necessário adaptar sua mente gradativamente.

“Muitas pessoas gastam dinheiro, pagam as contas e guardam o que sobrou e isso está ao contrário: você deve primeiramente guardar para os objetivos financeiros, pagar as contas e depois considerar gastar o dinheiro que restou”, declara Butler ao Business Insider.

Uma armadilha onde muitos caem é adiar hábitos de poupar dinheiro para quando as finanças estiverem mais folgadas, porque quanto mais se ganha, mais se gasta. Blaylock adverte que não precisa ser muito, o importante é economizar. “Não estou pedindo para você reservar $ 1000 por mês, estou pedindo para guardar $ 50, ou uma pequena quantia que você consiga bancar. Não podemos subestimar o poder de começar pequeno”.

2. Olhe para onde você quer chegar

Especialistas em finanças sempre sugerem àqueles que estão poupando para o futuro começar com um plano de 5 anos, com metas específicas. O que você precisa para alcançar seu objetivo dentro de um tempo específico, que não precisa ser necessariamente 5 anos. Por exemplo, economizar dinheiro alguns anos para dar entrada no pagamento ou seis meses para criar um fundo de emergência.

“Ter um objetivo em mente nos ajuda a guardar”, declara Blaylock. “Se esse objetivo é a poupança de emergência, ou a poupança para uma viagem, ou poupar para a faculdade, não importa”, declara.

3. Crie seus próprios truques mentais

Como o primeiro item, devemos começar devagar. Deixar de comer em restaurantes com frequência ou limitar um valor a ser gasto mensalmente em itens supérfluos pode ser uma de suas novas regras.

Também conhecido como”heurística”, ou seja, uma maneira de solucionar um problema – que no caso é o hábito de guardar dinheiro-, esse método é uma ótima forma de desenvolvermos bons hábitos em relação ao nosso ganha pão. Muitas escolhas que fazemos em um dia podem nos ajudar a não gastar dinheiro em coisas desnecessárias.

4. Viva como um rico “anônimo”

Nem todo milionário vive em uma mansão ou dirige um Ferrari. Aliás, a maioria deles leva uma vida abaixo do padrão que poderia bancar. De acordo com Thomas J. Stanley, co-autor do livro “The Millionaire Next Door: The Surprising Secrets of America’s Wealthy” (O Vizinho Milionário: os segredos supreendentes da riqueza da América, em tradução literal), os milionários não esbanjam dinheiro, eles economizam mais do gastam. O livro mostra que a maior parte da riqueza dos Estados Unidos vem do trabalho duro e poupança regular.

David Sapper e sua esposa, por exemplo, faturam mais de US$ 500 mil por ano com um negócio de carros usados, no entanto, eles não se dão ao luxo de gastar mais do que US$ 2,5 mil por mês. Ao aplicar 90% da renda em investimentos e em economias, Sapper diz que poderá se aposentar mais cedo.

“Encontre o ponto no qual você tem o que precisa e está feliz e confortável, e apenas fique por lá”, aconselha o empresário.

5. Providencie sua aposentadoria agora

Para aqueles na faixa etária entre 20 e 30 anos, a aposentadoria pode parecer algo muito distante e, por isso, talvez não seja uma prioridade. Entre contas a pagar, despesas de modo geral, economias para o financiamento de uma casa ou para férias, como é possível ainda reservar dinheiro para aposentadoria? Quanto mais tarde você deixa para juntar dinheiro, mais você terá que juntar.

Se aos 30 você depositar mensalmente $ 50 em uma conta de aposentadoria com o retorno sobre o investimento de 7%, em 30 anos você terá $ 56 mil, contudo, se você esperar chegar aos 40 para se preocupar com sua aposentadoria, para chegar ao valor final, você terá que investir $ 110 por mês. Isto se deve porque seu dinheiro tem menos tempo para crescer, minimizando o impacto dos juros compostos.

6. Saiba quanto está entrando e quanto está indo embora

Se você não sabe ao certo o quanto é depositado mensalmente em sua conta bancária, você não saberá quanto dinheiro pode direcionar para cumprir sua meta financeira.

É preciso conhecer seus gastos para poder controlá-los, além do mais, “conhecimento é o primeiro passo para uma mudança duradoura”.

Caso você tenha dificuldade para conferir seu contracheque e organizar suas economias, há aplicativos como o LearnVest que podem auxiliá-lo gratuitamente.

7. Livre-se das dívidas

Certamente, em algum momento de nossa vida, já tivemos que lidar com dívidas. Enquanto dívidas relativas a empréstimos estudantis ou a um financiamento imobiliário são compreensíveis e muitas vezes necessárias, as de cartão de crédito, por outro lado, nas quais são pagas altas taxas mensais, podem ser evitadas.

Quitar as dívidas deve ser a prioridade número um. Apesar disso, para Blaylock, vale mais a pena guardar parte do dinheiro reservado para as dívidas. Mesmo demorando mais para quitar o cartão de crédito, por exemplo, o indicado é garantir as economias para o fundo de emergência. Caso surja algum imprevisto, como uma batida de carro, você não precisará fazer novas dívidas para consertar seu automóvel.

8. Aumente seus ganhos

Para crescer o patrimônio líquido você tem que gastar menos e juntar mais. A questão não é ter um salário maior, é saber investir as economias. “Na maioria das vezes, ganhar mais não leva à um maior patrimônio líquido porque o estilo de vida e as despesas crescem junto com ele”, informa a consultora de planejamento financeiro Natalie Taylor, sócia de Blaylock.

Mas para quem não consegue minimizar os gastos o suficiente para juntar dinheiro há algumas maneiras de aumentar a renda mensal sem um aumento no salário ou sem ganhar na loteria. Uma sugestão é procurar um outro emprego, que de preferência tenha a ver com sua personalidade.

“Eu tenho uma grande amiga que é advogada. Ela tem um grande hábito de viagem que ela não está disposta a deixar de lado. Então ela trabalha em uma loja de flores aos sábados durante a temporada de casamentos. É um ganho para todos: a loja de flores tem uma funcionária de confiança e, como minha amiga ama flores, ela não pensa nisso como trabalho”, conta Blaylock.

Fonte: www.administradores.com.br

Confira todas as demais vagas disponíveis em nosso site

- AÇOUGUEIRO – PQ. NOVO MUNDO- 09-05-2014
- AJUDANTE DE COZINHA – BONSUCESSO- 09-05-2014
- AJUDANTE GERAL – AÇOUGUE- 30-04-2014
- AJUDANTE GERAL – DEPÓSITO FERRO E AÇO- 09-05-2014
- AJUDANTE GERAL – ZONA LESTE- 09-05-2014
- AJUDANTE OPERACIONAL – BONSUCESSO- 30-04-2014
- ANALISTA ADMINISTRATIVO – CENTRO DE SÃO PAULO- 09-05-2014
- ANALISTA FISCAL – SÃO PAULO (CENTRO)- 30-04-2014
- ANALISTA FISCAL – TABOÃO- 30-04-2014
- AUXILIAR ADMINISTRATIVO/FATURAMENTO – RESIDIR NA ZONA LESTE- 09-05-2014
- AUXILIAR DE FUSÃO – BONSUCESSO- 30-04-2014
- AUXILIAR DE LABORATÓRIO – BONSUCESSO- 09-05-2014
- AUXILIAR DE LIMPEZA – MASCULINO- 09-05-2014
- AUXILIAR DE LOGÍSTICA – CUMBICA- 09-05-2014
- COZINHEIRO – ITAQUAQUECETUBA- 09-05-2014
- COZINHEIRO – PQ. NOVO MUNDO- 09-05-2014
- COZINHEIRO (A) – GUARULHOS- 09-05-2014
- COZINHEIRO (A) – GUARULHOS- 30-04-2014
- ELETRICISTA – COCAIA- 09-05-2014
- FRESADOR CNC – JD. ARACÍLIA- 09-05-2014
- INSTRUMENTISTA DE MANUTENÇÃO – TABOÃO- 09-05-2014
- MANOBRISTA – BOM RETIRO (SÃO PAULO)- 30-04-2014
- MOTORISTA CARRETEIRO – CUMBICA- 09-05-2014
- MOTORISTA CAT. C- 09-05-2014
- OPERADOR DE INJETORA – EXP. EM ALUMÍNIO, ZAMAK OU PLÁSTICO- 30-04-2014
- OPERADOR DE MANUTENÇÃO – ELETRICISTA- 09-05-2014
- PLANEJADOR DE MANUTENÇÃO – TABOÃO- 30-04-2014
- RECEPCIONISTA – PESSOA COM DEFICIÊNCIA- 09-05-2014
- VAGA MEIO OFICIAL OU FERRAMENTEIRO – BONSUCESSO- 30-04-2014
- VENDEDOR – METALÚRGICA (ERMELINO MATARAZZO)- 09-05-2014

Clique aqui:  www.korenrh.com.br

6 jeitos infalíveis de perder uma oportunidade profissional

Confira as atitudes consideradas inaceitáveis pelos recrutadores durante processos seletivos. Mentir é a pior delas, dizem especialistas

Roberto Negreiros/VOCÊ S/A

Ilustração - Mentiras na entrevista de emprego

Mentira: “de todos os problemas, este é o mais complicado”, diz Adriano Araújo

São Paulo – Não é preciso ser um headhunter com pinta de “carrasco” para concordar que algumas atitudes são inaceitáveis durante processos seletivos.]

Basta uma conversa com um recrutador para começar a colecionar histórias de comportamentos bizarros em entrevistas de emprego. Mas calma: não é qualquer deslize que pode colocá-lo no hall da (má) fama dos profissionais que disputam oportunidades profissionais.

Para ser descartado, de vez, é preciso cometer um erro grave, segundo os especialistas. Confira quais os equívocos mais comuns e infalíveis na missão de acabar com suas chances durante a entrevista:

1 Demonstrar ser algo que não é

Um pouco de marketing pessoal é necessário para encantar o recrutador com suas experiências e trajetórias, certo? Mas tem candidato que exagera e se coloca quase como um “semideus”.

E é nesse momento que o profissional pode colocar tudo a perder, segundo Adriano Araújo, diretor executivo de RH do Grupo Empreza.

Há vários exemplos de situações reais: é a participação em projetos que se transforma em experiência de liderança de equipe; times que são inflados propositalmente com o intuito de aumentar a relevância das responsabilidades de gestão e por aí vai.

Isso sem contar o rosário de qualidades e habilidades que, em alguns casos, ficam só no discurso (vazio).

2 Mentir sobre cargos e tempo de empresa

“De todos os problemas, este é o mais complicado”, diz Araújo. É que quando descoberta,  uma mentira no currículo ou na entrevista rende, com certeza, a eliminação do processo. Natasha Patel, gerente da Hays, diz já ter visto candidatos falsearem cargos, aumentando o seu nível hierárquico, por exemplo.

“Também acontece de alterar a data de entrada ou saída em empresas para não mostrar que ficou determinado tempo disponível no mercado”, diz Natasha.

Formação acadêmica incompleta que se “transforma” em bacharelado também é outro ponto que pode custar a participação do candidato no processo seletivo, segundo a especialista.

Mentir no nível de idioma também é grave, mas os especialistas dizem que, quando não é de má fé, o profissional pode até continuar no processo.

3 Omitir problemas de conduta

O motivo nada honroso de saída de uma empresa pode até ser omitido na entrevista. Mas, quando chegar o momento de buscar referências, a verdade pode vir à tona e o candidato, certamente, será eliminado.“Seria impossível contratar um diretor de compras com histórico de desonestidade”, exemplifica Araújo.

4 Fazer “leilão” salarial

Usar um processo seletivo para barganhar um aumento na empresa atual é o que Araújo chama de leilão salarial. “O profissional participa de todas as fases da seleção e na etapa final desiste da vaga porque conseguiu o aumento salarial, que era o que ele buscava desde o começo”, diz Araújo. “Esse candidato não será mais convidado para as seleções”.

5 Revelar informações confidenciais

Quebra de sigilo é inaceitável, segundo os dois especialistas. “Isso gera exposição e risco para o futuro empregador”, afirma o especialista do Grupo Empreza.

De acordo com Natasha, esta atitude é ainda mais danosa quando se trata de empresas de capital aberto. “A gente questiona até que ponto esta pessoa é confiável”, diz a gerente da Hays.

6 Mostrar falta de interesse e excesso de arrogância

Não prestar atenção ao que o recrutador está falando, adotar uma postura arrogante, manter os olhos grudados no relógio ou levá-los para “passear” pela janela e objetos da sala de entrevistas. Tudo isso conta pontos negativos para o desempenho de um profissional na entrevista.

“Há candidatos que agem como se estivessem fazendo um favor ao consultor por estar ali, demonstrando falta de paciência em responder perguntas”, conta Araújo.

O aparente desinteresse será levado em conta pelo recrutador e o candidato será preterido, segundo a gerente da Hays. “Também vou demonstrar menos interesse em prosseguir com o candidato no processo”, diz.

Fonte: www.exame.abril.com.br

Vagas disponíveis

- AÇOUGUEIRO – PQ. NOVO MUNDO- 30-04-2014
- AJUDANTE DE COZINHA – BONSCUESSO- 30-04-2014
- AJUDANTE GERAL – AÇOUGUE- 30-04-2014
- AJUDANTE GERAL – DEPÓSITO FERRO E AÇO- 30-04-2014
- AJUDANTE GERAL – ZONA LESTE- 30-04-2014
- AJUDANTE OPERACIONAL – BONSUCESSO- 30-04-2014
- ANALISTA ADMINISTRATIVO – CENTRO DE SÃO PAULO- 30-04-2014
- ANALISTA FISCAL – SÃO PAULO (CENTRO)- 30-04-2014
- ANALISTA FISCAL – TABOÃO- 30-04-2014
- AUXILIAR ADMINISTRATIVO/FATURAMENTO – RESIDIR NA ZONA LESTE- 30-04-2014
- AUXILIAR DE FUSÃO – BONSUCESSO- 30-04-2014
- AUXILIAR DE LABORATÓRIO – BONSUCESSO- 30-04-2014
- AUXILIAR DE LIMPEZA – MASCULINO- 30-04-2014
- AUXILIAR DE LOGÍSTICA – CUMBICA- 30-04-2014
- AUXILIAR DE PORTARIA – JD. ARACÍLIA- 30-04-2014
- COZINHEIRO – ITAQUAQUECETUBA- 30-04-2014
- COZINHEIRO – PQ. NOVO MUNDO- 30-04-2014
- COZINHEIRO (A) – GUARULHOS- 30-04-2014
- COZINHEIRO (A) – GUARULHOS- 30-04-2014
- DESENHISTA CADISTA – TABOÃO- 30-04-2014
- ELETRICISTA – COCAIA- 30-04-2014
- FRESADOR CNC – JD. ARACÍLIA- 30-04-2014
- INSTRUMENTISTA DE MANUTENÇÃO – TABOÃO- 30-04-2014
- MANOBRISTA – BOM RETIRO (SÃO PAULO)- 30-04-2014
- MEIO OF. DE MANUTENÇÃO – PQ. NOVO MUNDO- 30-04-2014
- MOTORISTA CARRETEIRO – CUMBICA- 30-04-2014
- MOTORISTA CAT. C- 30-04-2014
- MOTORISTA CAT. D – JD. ARACÍLIA- 30-04-2014
- OPERADOR DE INJETORA – EXP. EM ALUMÍNIO, ZAMAK OU PLÁSTICO- 30-04-2014
- OPERADOR DE MANUTENÇÃO – ELETRICISTA- 30-04-2014
- PLANEJADOR DE MANUTENÇÃO – TABOÃO- 30-04-2014
- RECEPCIONISTA – PESSOA COM DEFICIÊNCIA- 30-04-2014
- VAGA MEIO OFICIAL OU FERRAMENTEIRO – BONSUCESSO- 30-04-2014
- VENDEDOR – METALÚRGICA (ERMELINO MATARAZZO)- 30-04-2014